quinta-feira, 21 de maio de 2009

O pensador

A Sadia-Perdigão, com dívidas de mais de 8 bilhões de reais, está querendo emprestimo (maior) do BNDES. O presidente desse banco, Luciano Coutinho, disse na televisão: "Vou pensar". Então vai demorar muito.

2 comentários:

  1. Nós voltamos aos tempos do Cabral, que dava aos índios pentes, espelhinhos,
    apitos e recebia em troca ouro, pedras preciosas...
    Hoje nós damos aos chineses matéria-prima( ferro, petróleo, etc...) e recebemos
    deles pentes, espelhinhos e apitos (pirateados, por sinal...)...
    Então, cantemos todo a velha marchinha de carnaval: "...e e e e ê...Lulla quer apito, se não der pau vai comê...(bis)..."

    Jarbas Marombão
    São Paulo - SP

    ResponderExcluir
  2. JOSÉ CARLOS WERNECK22 de maio de 2009 00:42

    Também sou candidato a um empréstimo desses,com condições privilegiadas e essa taxa de juros que o BNDES concede aos "empreendedores"amigos, Garanto que monto um negócio,honesto,terei lucros e principalçmente pagarei o empréstimo no prazo estabelecido.

    ResponderExcluir